Suggestiva | Releases

Releases

 

EU VENCI O MEDO DE DIRIGIR!

O trânsito cada vez mais pesado e violento das grandes cidades somado a pouca experiência adquirida nas autoescolas são dois fortes motivos que levam muitos motoristas habilitados a terem medo de dirigir, somando a isso há também aqueles que deixaram de dirigir porque sofreram algum acidente de trânsito, seja ao volante ou no banco do carona. Levando em consideração esses fatores e com uma visão empreendedora de que o mercado necessitava de uma empresa especializada no treinamento de pessoas habilitadas que a Dirigindo Bem foi fundada em 1999 e desde então já ajudou mais de 150 mil motoristas a voltarem a dirigir com total segurança e prática ao volante, sendo também a primeira empresa de franchising neste segmento, com franquias localizadas em vários estados.

A metodologia da Dirigindo Bem foi desenvolvida com a finalidade de preparar pessoas que têm dificuldade em dirigir, seja na parte prática ou emocional, através de um conteúdo multidisciplinar que tem como foco formar condutores capacitados e éticos. Ela foi criada através de um trabalho de planejamento, cujas respostas e perguntas foram construídas dentro da necessidade dos alunos, sob a supervisão de especialistas, além de pesquisas realizadas dentro de autoescolas e da própria Dirigindo Bem.

Durante o treinamento, o aluno adquire habilidade por meio das aulas práticas realizadas com gestores especializados, bem como segurança através dos atendimentos psicológicos onde técnicas de TCC (Terapia Cognitiva Comportamental) são aplicadas com eficácia pelos psicólogos para que os alunos vençam o medo de dirigir. Através da metodologia da Dirigindo Bem todos os alunos que passam pelo treinamento são capazes de serem inseridos no trânsito novamente. Conheça algumas histórias de superação de pessoas que realizaram o treinamento da Dirigindo Bem em algumas unidades de São Paulo.

A aluna Fabiana Nascimento Lima da unidade Dirigindo Bem Santo Amaro conta que por muito tempo queria dirigir bem, mas devido a sua ansiedade sempre foi difícil conquistar este objetivo. “Me comparava demais com os outros, até que eu vi que poderia dar certo se mantivesse a calma e ficasse tranquila. Hoje, graças a Dirigindo Bem e seus profissionais estou dirigindo muito bem, superei meus limites e eu só tenho a agradecer por tudo e por toda paciência que tiveram comigo. Obrigada por me fazerem me sentir capaz de dirigir o meu próprio carro e obter o autocontrole emocional para que isso acontecesse”.

Também da Unidade Santo Amaro o aluno Otávio Kupfer Amaro ressalta que o seu investimento no treinamento valeu cada centavo. “A experiência foi muito boa e muito eficiente. Antes eu não pegava o carro por diversos motivos, muitos deles eram psicológicos. As aulas me ajudaram muito, mas acredito que o atendimento com a psicóloga foi um diferencial. Os gestores são excelentes, me ajudaram de uma maneira incrível e hoje eu dirijo para qualquer lugar sem medo. Recomendo fazer as aulas, elas realmente ajudam”.

Na Dirigindo Bem Vila Carrão a aluna Eliana Maria Cassimiro conta que está realizada e que o investimento que fez nela vai servir para a vida inteira. “Aos 42 anos tirei minha carta de motorista, esse era um sonho antigo, mas não conseguia dirigir. Tinha medo, angustia, ansiedade e isso me impedia de realizar o meu sonho. Por isso vim para a Dirigindo Bem, o método que foi colocado para a minha necessidade foi ótimo, as conversas com a psicóloga fez com que eu entendesse o que me bloqueava e o carinho e respeito com que os gestores nos tratam é fundamental para nos sentirmos bem e capazes de realizar as tarefas sempre com calma e no seu tempo. Só tenho a agradecer a todos que, com amor e carinho, me ajudaram nessa caminhada. Hoje, eu tenho autonomia para exercer as minhas tarefas e estou dirigindo bem”.

Já a aluna Maria Lúcia de Santana Cordeiro também de Vila Carrão confidencia que seu sonho era aprender a dirigir e ter um carro. “Tirei a carteira de habilitação só que eu não aprendi a dirigir. Deixei o carro morrer em frente ao supermercado e fiquei com medo.  Após isso travei, achei que não tinha condições para seguir. Fiz 15 aulas particulares e não adiantou em nada. Sempre conversava com o pessoal da Dirigindo Bem que me incentivava, mas ia deixando meu sonho de dirigir para trás. Em seguida, veio a morte de meu irmão. Depois, quando pensei em ligar para a Dirigindo Bem, eles me ligaram primeiro e agendamos a primeira aula, fiz o treinamento e superei o meu medo. Me sinto realizada!”.

Na unidade do Tatuapé a aluna Patrícia França Aires conta que levou anos para dirigir, mas que nunca perdeu as esperanças. “No ano de 2003, foi quando me deu vontade de ter a habilitação para dirigir. Fui tirar a carta de motorista e em janeiro de 2004 já estava com ela em minhas mãos, foi quando comprei um carro, só que dirigia com medo e quando ele morria na subida eu entrava em pânico, pois ficava com medo de bater no carro de trás. Contratei mais aulas na autoescola, peguei o meu carro e se ele morria já me dava stress, então eu não queria mais dirigir. Se passaram muitos anos e nada de querer dirigir, até que em 2017 dentro do carro da minha colega, vindo do trabalho, eu comentei sobre a Dirigindo Bem, e ela falou que fez as aulas lá. Me contou que eles oferecem atendimento psicológico e trabalham por etapas e que contratou os serviços da Dirigindo Bem. Como eu vinha do serviço de carona, com ela dirigindo o carro, achei interessante procurar a Dirigindo Bem, pois seria a minha última opção. Em 2018, fui ver como era o serviço deles e o modo de trabalharem, que unia o trabalho do gestor com os atendimentos da psicóloga para tirar o medo. Achei interessante e marquei a primeira aula. O gestor me avaliou e me indicou a quantidade de aulas que eu deveria contratar, então contratei as aulas e venci essa barreira em minha vida. Hoje me sinto confiante ao volante. Agradeço toda a equipe Dirigindo Bem pelo profissionalismo no atendimento e competência em satisfazer o cliente”.

A aluna Beatriz Basante Borbolla também da unidade Tatuapé achava que nunca iria dirigir até conhecer a Dirigindo Bem. “Dirigir sempre foi um problema pra mim, porque eu não achava que seria capaz de fazer tantas coisas ao mesmo tempo: mudar de marcha, dar seta, pisar na embreagem, olhar no retrovisor, sair com o carro, prestar atenção no trânsito e assim vai...Tudo isso me deixava ansiosa e no começo foi assim mesmo: deixava o carro morrer, esquecia de mudar as marchas ou pisar na embreagem, mas com a ajuda do gestor fui vendo que eu poderia fazer uma coisa de cada vez e que ao final da aula eu estaria melhor do que o início. Eu só tenho a agradecer pela paciência e toda a ajuda que obtive dos profissionais da Dirigindo bem que me ajudaram a enfrentar esse obstáculo da minha vida”.

Na unidade da Cidade Dutra, zona sul da capital, Debora Santos Dias conta que chegou na Dirigindo Bem com muita expectativa e ansiosa, pois fazia 10 anos que havia tirado a habilitação e não dirigia. “Com o passar do tempo perdi tanto a habilidade como a coragem de sentar atrás de um volante e ligar o carro, mas isso foi aos poucos sendo superado, graças a paciência e competência dos gestores da Dirigindo Bem, que com muita calma, carinho e atenção, digo novamente: paciência, me fizeram dirigir com responsabilidade, atenção e a gostar de dirigir, porque realmente antes não gostava, mas hoje sou apaixonada pelo dirigir. Saio com meu carro sozinha, vou trabalhar, levo meu filho à escola, coisas simples que pareciam um bicho de sete cabeças. Hoje sou totalmente confiante e independente ao dirigir. Agradeço toda equipe que me acolheu de coração aberto, agradeço todos os conselhos, dicas e até alguns puxões de orelha por achar que não seria capaz de conquistar minha independência e confiabilidade em mim mesma para pegar trânsito. Super indico a Dirigindo Bem a todos que têm algum problema para dirigir, pois na Dirigindo Bem você não será tratado apenas com mais um, pelo contrário, cada profissional envolvido luta junto com você para a conquista do nosso grande sonho que é dirigir com confiança. Nossa conquista também é festejada por todos da equipe, isso fez muita diferença.

Ana Claudia Jesus da Silva Felipe da unidade Cidade Dutra diz que só tem a agradecer. “Só tenho a agradecer, pois hoje sou uma motorista com o auxílio de todos vocês da Dirigindo Bem. Quando comecei as aulas achava que não seria capaz, mas ao passar por todas as etapas fui ganhando confiança, e o que eu achava que não iria conseguir com foco, determinação e com fé em Deus eu consegui.  Dirigir é superação, só depende de você e a decisão é sua e de mais ninguém, só você pode fazer por você e a vida também tem que ser assim: superar, aprender e respeitar. E foi assim que hoje vou para onde eu quiser dirigindo e muito feliz. Obrigada a todos pela paciência e amor pelo que fazem e que Deus abençoe a todos”.

Aparecida Gonçalo Duarte dos Santos conta que chegou na Dirigindo Bem unidade Cupecê achando que seria apenas mais uma tentativa. “Eu achava que não iria conseguir, por estar com a autoestima super baixa, ter falta de confiança e insegurança. Mas quando conheci o meu gestor tudo ficou diferente e eu amei tudo. Terminei o meu treinamento e estou dirigindo e muito feliz. Na recepção todas foram ótimas, sempre prontas a nos ajudar. gestor maravilhoso, psicóloga sempre preocupada com o meu desenvolvimento. Método muito bom. Só tenho a agradecer a toda equipe Dirigindo Bem Cupecê”.

Em São Bernardo do Campo a aluna Jackeline Gil Pereira conta que a Dirigindo Bem mudou o seu estilo de vida. “Agora tenho confiança para dirigir e não dependo da minha família para me locomover, além de ter feito amigos que vou levar em meu coração. A metodologia é excelente e vai no ritmo do aluno. Cada gestor acrescentou para aumentar minha confiança e as aulas para mim foram um investimento. Gostaria de agradecer a toda equipe Dirigindo Bem”.

Quando chegou na Dirigindo Bem Santo André Claudete Frange já pensava até em vender o carro pois estava sem rumo. “Eu passava mal quando pensava em sair com o meu carro. Fiz uma entrevista na Dirigindo Bem e iniciei as aulas. Fiz vários percursos, fui a lugares que jamais imaginava que iria e agora estou terminando meu curso feliz e muito orgulhosa da minha capacidade de dirigir, de ir e vir com a ajuda da Dirigindo Bem. Todos estão de parabéns pela dedicação, carinho e respeito. São pessoas preciosas, obrigada a todos que colaboraram para que eu realizasse meu sonho de dirigir”.

Mais informações através da Central de atendimento Dirigindo Bem no telefone 0800 002 0221 ou pelo site www.dirigindobem.com.br.