Suggestiva | Releases

Releases

 

17ª MAIFEST CONQUISTA O PÚBLICO COM ATRAÇÕES PARA TODA FAMÍLIA

O futuro foi celebrado nas ruas do Brooklin nos dias 14 e 15 de maio, durante a 17ª edição da MaiFest, evento multicultural promovido pela AEMB - Associação dos Empreendedores e Moradores do Brooklin. Durante os dois dias de festa, o quadrilátero compreendido pelas Ruas Joaquim Nabuco, Barão do Triunfo, Princesa Isabel e Bernardino de Campos ficou praticamente intransitável. Todas queriam conferir de perto as inúmeras atrações do evento e as apresentações musicais nos três palcos fixos por onde passaram grupos folclóricos de dança e música alemã, MPB, Rock, Soul, Blues, Erudita e Popular.

Com curadoria de Luiz Delfino Cardia, o tema central da XVII MaiFest foi “Zukunft! (Futuro) – Arte e cooperação por uma cidade melhor”. “Acreditamos na ação transformadora da cultura como eixo central do desenvolvimento das cidades. Pensar e agir no futuro é construir e vivenciar hoje valores como cooperação, compartilhamento, diálogo, criatividade, tolerância e convivência nas ruas”. O Presidente da AEMB Pietro Iaconelli emenda: “o nosso objetivo, além de levar alegria para as ruas do Brooklin, é trabalhar para promover ações de convivência e transformadoras”.

Entre as diretrizes da MaiFest está também a valorização da cultura dos municípios do Estado de São Paulo, e nesta edição várias cidades do Estado de São Paulo estiveram presentes entre os expositores de artesanato, nos espaços gastronômicos, exposições e apresentações.

Em cada esquina, um aroma diferente. Tinha comidas para todos os paladares nos cinco restaurantes da festa e nas barracas estrategicamente espalhadas pelas ruas. Um dos pratos típicos como o Einsbein (joelho de porco servido com batata e chucrute), fez tanto sucesso que se esgotou em alguns restaurantes antes mesmo do fim da festa. No entanto, opções gastronômicas não faltaram, tinha espaços reservados especialmente para quem gosta de apreciar iguarias de outros países como a culinária mexicana, japonesa, armênia, portuguesa, espanhola, entre outras, passando, é claro, pelas especialidades típicas brasileiras, como o famoso acarajé, os doces brasileiros tradicionais, e até compotas e queijos vindos de Minas. 

O clima da Alemanha surpreendeu os visitantes da MaiFest, tanto nos palcos quanto nas ruas. Quem estava passeando e saboreando os inúmeros petiscos ou então circulando entre as barracas de artesanato a todo momento era surpreendido pelas apresentações itinerantes, um exemplo foi a  Banda Caledônia de Gaita de Fole.

O prédio do CIESP abrigou uma exposição com fotos e documentos sobre a trajetória do Maestro e Professor Titular da ECA-USP Marco Antonio da Silva Ramos. Teve ainda uma ação promovida pelo Centro Veterinário Brooklin junto com Instituto Luisa Mell para adoção de cães e gatos. Os adeptos de atividades físicas puderam participar da Caminhada da Família ou irem de bike até o evento, já que dois paraciclos estavam disponíveis para estacionamento das magrelas. Os visitantes também pedalaram na Bike Geradora de Energia e puderam consertar as bicicletas no projeto Mão na Roda.  

Com o intuito de unir a experiência para ser passada à geração presente e futura, a XVII MaiFest também homenageou os cem anos do samba, através do lançamento do CD de Daniel Tatit junto com Serginho Madureira & Banda Disciplina, Velha Guarda Musical e com a casa de show Vila do Samba / Bloco Feliz da Vila. Em pararelo, houve o lançamento internacional do CD Genau de Wanice Alfes com os músicos brasileiros Vitor da Trindade, Marcelo Zandettini e Felipe Avila. Além do encontro de Corais 50 anos ECA /USP que reuniu vários coros, um deles foi Coral Escola Comunicantus.

O folclore alemão foi enaltecido com os grupos de danças: Edelweiss de Pomerode e SP, Tirol, Tanzfreunde, Colégio Benjamin Constant, Colégio Visconde de Porto Seguro, Gold und Silber e Sonnenblume, sendo alguns deles de Pomerode, Santa Catarina. Já os cinéfilos aproveitaram a exibição de filmes ao ar livre que contou com o depoimeto de Bruno Witzel sobre a imigração alemã no Estado de São Paulo. 

O evento contou a atuação cultural das cidades de Cruzália, Maracaí e Tarumã. E houve outras exibições marcantes, como da Fanfarra da Escola Estadual Rangel Pestana da Cidade de Amparo, Banda Nova Escola, E.E Azarias Ribeiro de São José das Laranjeiras, Orquestra de Metais Sforzato, Quarteto Brasileiro de Cordas com regência de Paulo Paschoal. Ao todo, foram mais de 85 cidades do Estado de São Paulo que abrilhantaram a festa com as mais variadas intervenções artísticas, artesanato e gastronomia.

“Recepcionamos na MaiFest, a Senadora Marta Suplicy, o Deputado Arnaldo Faria de Sá,  os vereadores Andrea Matarazzo, Paulo Fiorilo, Gilberto Natalini e Ricardo Nunes. O Deputado Federal Antonio Goulart, como faz todos os anos, trabalhou voluntariamente ao lado de sua esposa Márcia e de seus filhos Fábio e Rodrigo Goulart nos restaurantes da SOBEI. Contamos ainda com a presença dos Prefeitos das cidades do interior e de Pomerode. A MaiFest cresceu em termos de público e apesar da crise as vendas superaram as expectativas. Também não tivemos nenhuma ocorrência de roubo ou violência durante os dois dias de festa”, destacou o Vice-Presidente da AEMB, Ademar Távora.