Suggestiva | Releases

Releases

 

O IMPORTANTE PAPEL DO PSICÓLOGO NO TREINAMENTO DE HABILITADOS COM MEDO DE DIRIGIR

Dia 27 de agosto é comemorado o Dia do Psicólogo, profissional da área da saúde responsável por estudar e orientar o comportamento humano, lidando com os sentimentos, traumas e crises das pessoas. E este profissional desempenha um papel muito importante na vida de motoristas habilitados com medo de dirigir.  

Uma pesquisa realizada pela ABRAMET - Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, aponta que cerca de dois milhões de brasileiros sofrem atualmente com problemas que os impedem de dirigir. A fobia é causada por diversos fatores que envolvem desde o estresse e desgaste físico e mental, até traumas a bordo dos veículos.  A fobia é quase sempre acompanhada de fortes emoções e respostas físicas que tornam a tarefa de conduzir um veículo ainda mais difícil. Alguns motoristas têm receios específicos, como dirigir em estradas, pontes, estacionar em pequenos espaços, se perder, se envolver em um acidente, assumir responsabilidades profissionais que dependem da condução de veículos e incontáveis ​​outros cenários. Então, se o medo paralisa, limita e restringe é preciso procurar ajuda. Com assistência profissional adequada, não há razão para se tornar um prisioneiro do medo.

“O medo de conduzir não desaparece por conta própria e pode tornar-se duradouro e severo à medida que se evita ficar atrás do volante, mas esta fobia pode ser tratada com aulas práticas de direção e atendimento psicológico, pois um profissional complementa o trabalho do outro. Através da nossa metodologia esses dois profissionais juntos já ajudaram mais de 150 mil motoristas a voltarem a dirigir com segurança”, destaca Sérgio Santos, Diretor da rede Dirigindo Bem.

Os psicólogos da Dirigindo Bem usam exercícios e técnicas baseados nos princípios da Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) para lidar com as questões relacionadas ao medo de dirigir, como ansiedade, fobia, trauma, pensamentos negativos. Já o gestor, além de ser o responsável pelas aulas práticas, é também chamado de co-terapeuta, pois como o psicólogo não pode estar em todas as aulas dentro do carro, ele faz este papel da gestão emocional também. Ambos estão conectados para prestar um trabalho de qualidade focado na necessidade de cada aluno.

A Psicóloga Erika Teixeira da Dirigindo Bem São Paulo unidades Santo André e São Bernardo do Campo conta que é muito grata em trabalhar na rede. “Faz 11 anos que estou na Dirigindo Bem. É muito prazeroso poder ajudar as pessoas a trocarem os pensamentos negativos que elas têm delas mesmas e mostrar que elas são capazes de conduzir o veículo, enfrentar o trânsito e evoluir em outras áreas também”. 

A aluna Luciene Leite Santos da unidade Dirigindo Bem Aracaju define muito bem como o trabalho em conjunto destes profissionais proporciona os resultados desejados. “Quando decidi procurar ajuda só tinha em mente o medo, as incertezas e todas as inseguranças que estavam incutidas no meu imaginário. Mas, mesmo com medo, eu quis me ‘aventurar’, quis me desafiar. Veio a primeira avaliação, as consultas psicológicas e as aulas. Só dificuldades! E eu, continuava acreditando que o medo que me paralisava, que me deixava impotente diante do meu objetivo, seria meu eterno companheiro. Seguiram-se as aulas, os encontros com a psicóloga e as avaliações, e ao longo desse período, foram aliando teoria, prática e equilíbrio emocional. Assim, fui absorvendo os ensinamentos propostos e no decorrer desse tempo, fui percebendo que aqueles sentimentos: medo, incerteza, insegurança e impotência foram gradativamente cedendo lugar à segurança e a certeza de que seria capaz de transpor todos aqueles obstáculos. Foram quatro meses e três dias de muito conhecimento, aprendizado e também de muitas descobertas. Tudo é um processo e ocorre de forma paulatina. Ainda tenho muito a aprender e a superar, mas já avancei bastante na busca dos meus objetivos: dirigir e dirigir bem”.

A Psicóloga Verônica Cristina e Souza da Silva Feliciano da unidade Dirigindo Bem de Campo Grande, no Rio de Janeiro, destaca que “ser psicólogo na Dirigindo Bem é ter a certeza que cada vez que escutamos ‘eu consegui’ nosso trabalho foi bem feito, nossa dedicação valeu a pena e que seremos eternizados em cada conquista”.

A Psicóloga Hellen Silveira da Dirigindo Bem Manaus, unidades Cidade Nova e Dom Pedro, reforça esse sentimento de gratidão. “Eu recebo alunos com suas mentes enclausuradas em pensamentos que as amedrontam e limitam. Mostrar a eles a porta de saída, vê-los em liberdade e ter o privilégio de fazer parte de sua história de sucesso, me faz sentir que realmente estou vivendo o melhor da minha profissão. Minha gratidão eterna a essa empresa realizadora de sonhos que é a Dirigindo Bem".