Suggestiva | Releases

Releases

 

ADESIVOS NOS CARROS DE NOVOS CONDUTORES

ADESIVOS NOS CARROS DE NOVOS CONDUTORES É UMA FORMA DE PEDIR QUE MOTORISTAS EXPERIENTES SEJAM MAIS PACIENTES

Algumas pessoas são indelicadas em relação aos alunos que adquiriram a CNH há pouco tempo, pois devido ao nervosismo ou falta de prática os iniciantes cometem alguns deslizes que desagradam aos impacientes do trânsito.  E a Dirigindo Bem diz que para amenizar um pouco do estresse alheio, alguns de seus alunos estão recorrendo aos adesivos de “recém-habilitado” para colocar atrás do carro, como uma forma de alertar o público de que um novo condutor está no meio deles e desta forma é preciso ter espaço suficiente para dirigir com mais tranquilidade e atenção.

O adesivo sinaliza que um iniciante está ao volante e, como resultado, os demais motoristas são mais tolerantes e dão espaço na estrada, reduzindo assim a incomodativa buzina. O Diretor da Dirigindo Bem, Sérgio Santos, destaca que a educação seja no trânsito ou em qualquer outro ambiente deveria acontecer de forma espontânea e para todos, independente de ter a habilitação há muito ou pouco tempo, contudo a medida do adesivo deixa alguns condutores novos com uma sensação a mais de compreensão e segurança.

Érika Teixeira, franqueada e psicóloga das unidades Dirigindo Bem de São Bernardo e Santo André, diz que a maioria dos recém-habilitados é obediente às regras, como respeitar os sinais de parada, observar cuidadosamente os limites de velocidade, parar na luz amarela em vez de pisar no acelerador, etc. Mas o problema é que alguns motoristas mais experientes deixam de seguir algumas dessas regras e envoltos na segurança e privacidade de seus próprios veículos, muitos se tornam rudes.

A psicóloga apoia o uso do adesivo, mas com ressalvas. “Você deixa claro para pessoas honestas e desonestas que você não tem tanta habilidade assim, e isso pode ser uma oportunidade para quem quer agir de má fé. Use apenas um curto período para ganhar confiança. E lembrando que não é simplesmente pôr o adesivo no carro, se a pessoa tirou a CNH e sente-se insegura, primeiro ela precisa fazer mais aulas em algum centro de treinamento para habilitados”.

A aluna Aline Cristina Lázaro, 31 anos, se encaixa na orientação sugerida por Érika. Ela tirou a CNH em 2010, porém pouco tempo depois, ela parou de dirigir em virtude de um acidente, onde ela estava no banco de trás. Todavia, viu a necessidade de voltar a conduzir em 2018, para ajudar na locomoção da mãe, a qual já sofreu alguns AVC e também o namorado que amputou a perna. “Embora não seja recém-habilitada, estou propensa a cometer os mesmos erros em virtude de ter ficado muito tempo parada, então, quis colocar o adesivo para sentir um conforto a mais e o uso há uns dois meses, o qual pedi para fazer em uma gráfica. Todavia, antes disso, fiz várias aulas teóricas e práticas  com a Dirigindo Bem. “O adesivo permite que as pessoas se afastem e deem tempo e espaço para que relaxemos mais atrás do volante. Motoristas impacientes podem ser muito irritantes. Mas se você explicar às pessoas por que você está dirigindo devagar, elas podem ser mais pacientes. Isso fez uma grande diferença no nível de paciência e cautela dos outros condutores, então há menos gestos grosseiros e buzinadas”, destaca Aline.

Segundo Paulo Roberto Falcão Ribeiro, Diretor-Presidente do DETRAN - SP, não há impedimento legal sobre colocar um adesivo com este tipo de aviso, desde que ele não esteja afixado no vidro, atrapalhando a visão do próprio motorista.

Há 19 anos, o centro de treinamento para habilitados Dirigindo Bem já contribuiu para quem mais de 150 mil alunos voltassem a conduzir, através do treinamento de psicólogos e gestores de aulas práticas de direção, ou seja, existe um trabalho emocional e prático.

Mais informações através da Central de atendimento Dirigindo Bem no telefone 0800 002 0221 ou pelo site www.dirigindobem.com.br.