Suggestiva | Releases

Releases

 

A LITERATURA COMO REMÉDIO É UMA DAS EXPOSIÇÕES DO BROOKLINFEST

O Laboratório de Humanidades da EPM-UNIFESP é um encontro de pessoas interessadas em literatura e medicina as quais discutem como os campos podem trabalhar juntos e isso será mostrado no evento

O evento multicultural BrooklinFest que chega em sua 22ª edição oferece programação gratuita nos dias 22 e 23 de outubro e terá exposições no Prédio do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP) -  Distrital Sul, uma delas é A Literatura como Remédio e a outra abordará os livros Comidas de Samba e Bebida de Choro e Culinária Sagrada de Carlos Roque. 

LabHum, Laboratório de Humanidades da EPM-UNIFESP, criado em 2003 utiliza a literatura como uma ferramenta para transmitir ética, empatia e experiência aos estudantes de medicina, funcionários e pacientes. O objetivo principal é humanizar e despertar a leitura interpelativa por meio de discussões baseadas em livros clássicos.

Por isso, o Laboratório de Humanidades será homenageado no BrooklinFest 2016, pois tem tudo a ver com o tema do evento que é “Bildung (Formação) - Valorização dos Educadores Culturais e Sociais. As Ruas Culturais Formam e Educam”. A exposição A Literatura como Remédio contemplará fotografias de Yuri Bittar e textos sobre a vivência dos laboratórios. Além deste, o Laboratório de Leitura (LabLei), atividade derivada do LabHum, também será exposto.

Em 2014, o LabHum foi reconhecido através do prêmio Viva Leitura, concedido pela Organização dos Estados Iberoamericanos, Fundacão Santillana e Ministério de Cultura e da Educação.  Desde 2011, começou a ser aplicado em outros locais, como hospitais, empresas, centros culturais e casas particulares. Denominado Laboratório de Leitura (LabLei), experiência interpelativa e humanizadora que inspirou a criação da Casa Arca, espaço de humanidades, artes e ofícios, a qual busca difundir a ideia e práticas humanísticas. 

O Laboratório de Humanidades é uma iniciativa do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CeHFi) - UNIFESP, dirigido pelo Prof. Dr. Dante Gallian. "Os clássicos da literatura universal são um patrimônio incomparável, uma espécie de porta que, ao ser aberta, permite a humanidade conhecer melhor a si mesma e assim se humanizar. Neste sentido, o Laboratório de Humanidades e o Laboratório de Leitura, ao convidar e tornar acessível a experiência estética e reflexiva que a leitura desses clássicos proporciona, funcionam como uma chave que abre a porta do conhecimento do humano, do autoconhecimento e da humanização".

E ainda no prédio do CIESP, os visitantes poderão conferir outra exposição que abordará um  pouco dos livros Comidas de Samba Bebidas de Choro de Carlos Roque e também do mesmo autor a obra Culinária Sagrada que apresenta uma síntese das religiões, citando também os pratos consumidos em sua predominância. 

XXII BrooklinFest
Dias: 22 e 23 de outubro
Local: Quadrilátero das Ruas Joaquim Nabuco, Barão do Triunfo, Princesa Isabel e Bernardino de Campos
Horário: das 10h às 22h

As exposições estarão no Prédio do CIESP na ruaBernardino de Campos, 145 

Entrada gratuita
Mais informações através do site www.aemb.org.br